Junior Santos supera críticas e alcança melhor marca da carreira na Ponte Preta

0

por júlio nascimento

ESPEL ELEVADORES

Junior Santos chegou a Ponte Preta em março deste ano. Nesses pouco menos de cinco meses, tornaram-se rotina as longas discussões sobre seu futebol. Na maioria delas, prevaleceram as críticas ao seu estilo afoito.

Mas Berimbau segue disposto a mudar sua imagem. O atacante marcou cinco gols nos últimos seis jogou, ganhou confiança e divide a artilharia da temporada com André Luís com sete gols.

Na partida contra o Paysandu, quando marcou dois gols na vitória por 4 a 0, Junior Santos chegou ao seu 23º jogo com a camisa da Ponte Preta. Marcou seis vezes na Série B do Campeonato Brasileiro e uma vez na Copa do Brasil, diante do Náutico, em sua estreia pela Macaca.

A média ainda é considerada baixa. Foram 13 jogos consecutivos sem balançar as redes. A principal alegação é que estava fora de sua posição. Acostumado a atuar pelas beiradas, atendeu ao pedido de Brigatti para ser o homem de referência na ausência de um matador no plantel.

O crescimento de produção tem vários motivos. O principal passa pela mudança de comportamento do atacante. Berimbau está aprendendo a lidar com os comentários negativos e driblar a insegurança. Diminuiu a tentativa de arranques do meio-campo, simplificou a triangulação no pivô e tem se movimentado mais próximo da grande área.

Com os dois gols marcados na última rodada, Junior Santos alcançou a melhor média na carreira. Ele havia marcado cinco gols pela Segundona do Paulista no ano passado pelo Osvaldo Cruz e três gols no primeiro trimestre pelo Ituano no Paulistão. Agora, com a camisa 9 da Ponte Preta, vive o melhor momento com os números.

Apesar da confiança aumentar, Berimbau não estará à disposição de Brigatti contra o Criciúma, na próxima terça-feira, pela 21ª rodada. Ele recebeu o terceiro cartão amarelo e será substituído. A concorrência aumentou. Victor Rangel e Hyuri são opções para a vaga do jogador.

“É o melhor momento da minha carreira. Estou muito feliz de poder ajudar com gols e assistências. Eu jogo pela equipe, procuro ajudar também na marcação. O importante é fazer a Ponte crescer. Esse desempenho vem de muito trabalho, muita dedicação. Busco forças na minha família que está na Bahia, no meu empresário, em todas as pessoas que acreditam em mim”, comentou Júnior Santos.

Temporada a temporada de Junior Santos:

2018 (Ponte Preta) – 23 jogos/7 gols
2018 (Ituano) – 8 jogos/3 gols
2017 (Osvaldo Cruz) – 19 jogos/5 gols
Média: 50 jogos/15 gols (0,3)

Comente com seu Facebook