Jorginho pede reforços no ataque e tem discurso confiante

0
Foto: Pedro Sardeli

A Ponte segue sem vencer na série B e os últimos resultados do técnico Jorginho deixam o comandante alvinegro pressionado. O discurso é de que o time vai evoluir ao longo das próximas rodadas. Na coletiva após o empate para o Criciúma, Jorginho elencou aspectos que, na visão dele, comprometeram o placar na segunda rodada da Série B.

ESPEL ELEVADORES

Na visão de Jorginho, o clube precisa reforçar o setor ofensivo. Apesar de contratar 2 atacantes e 1 meia antes do início do Brasileiro (Facundo Batista, Renato Kayzer e Alex Maranhão), o treinador pede mais 2 jogadores com características diferentes: “A gente precisa, deu pra ver claramente que a gente precisa. A gente tem jogadores de muita qualidade pelos lados, mas não são jogadores velocistas. Eu preciso destes jogadores no nosso elenco e é o que esperamos: pelo menos 2 jogadores de lado com muita velocidade”.

O treinador não concordou com a postura defensiva na reta final do segundo tempo, que ocasionou o gol de empate do Criciúma, já no último minuto de partida. “Sabíamos que esta equipe (o Criciúma) vinha com essa proposta, por uma bola, uma bola parada e eu gritando desesperado ali”.

Além disso, o treinador se mostrou insatisfeito com a falta de qualidade nas finalizações. Na partida desta quinta, o time teve 7 finalizações e só 2 delas foi em direção ao gol.

Jorginho reforçou que deixou claro aos ex-titulares Renan Fonseca e Diego Renan a necessidade deles serem sacados da equipe, mas estarem atentos e unidos ao restante do elenco numa fase de modificações do time. “A gente pode ter estas possibilidades nos jogos, porque isto que é bom, de uma equipe que quer subir, precisa realmente ter um elenco à disposição do treinador.”

O treinador ainda acredita que outros atletas do elenco que não foram relacionados nesta partida podem dar nova dinâmica principalmente ao ataque. São os casos do meia Rafael Longuine, do atacante Matheus Oliveira e do volante Igor Henrique. “Eu não tenho dúvida que a gente vai fazer um grande campeonato, as coisas vão melhorar,” disse.

Jorginho terá uma semana para ajustar a equipe, que volta a campo na próxima sexta-feira (10/05) fora de casa contra o Vila Nova, que atualmente é comandado pelo ex-pontepretano Eduardo Baptista.

Comente com seu Facebook