Jorginho é apresentado na Ponte Preta e recorda promessa de voltar ao clube: ‘Eu tinha uma dívida’

0
Foto: Antônio Luppi/Rádio Bandeirantes

Jorginho Campos foi apresentado na manhã desta segunda-feira como novo treinador da Ponte Preta. O comandante inicia sua segunda passagem no Moisés Lucarelli e concedeu sua primeira entrevista ao lado do presidente José Armando Abdalla Junior. Jorginho foi apresentado ao lado do auxiliar e do preparador físico que vão integrar a comissão técnica.

ESPEL ELEVADORES

Logo em sua primeira resposta, Jorginho fez questão de lembrar a promessa feita em 2013 que voltaria ao clube. “Foram três meses de muita intensidade aqui e estou muito feliz em voltar ao clube. Sempre disse que eu voltaria e estou contente de retornar a essa grande associação. Tenho certeza que faremos um grande trabalho aqui”, disse.

Na última passagem foram 32 jogos no comando da Macaca. Jorginho chegou na final da Sul-Americana, mas não evitou o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. “Eu tinha uma dívida com o clube. A gente pegou a Ponte Preta com 15 pontos no Brasileirão e não conseguimos evitar o rebaixamento, mas também não conseguimos o objetivo do título. Eu fiquei sensibilizado com muitos torcedores chorando e quero voltar a dar alegria para todos eles”, reiterou.

A comissão técnica acompanhou a partida contra o São Paulo nas tribunas do Majestoso e Jorginho avaliou positivamente o segundo tempo da equipe no último sábado. “É importante ressaltar que o time teve um rendimento interessante com o Mazola em algumas partidas, mas não estava conseguindo o resultado. O desempenho no sábado melhorou muito após o gol. O primeiro tempo foi complicado porque o time estava recuado, mas no segundo tempo passaram a ter mais tranquilidade. Nossa ideia é manter essa posse de bola, essa bola trabalhada pelo lado… É importante que os jogadores se sintam mais tranquilos em campo”, explicou.

Jorginho fugiu de qualquer polêmica envolvendo o momento político da Ponte Preta e a ruptura do presidente de honra, Sergio Carnielli, com a atual diretoria. “Eu tenho um grande respeito pelo presidente de honra e nunca tive problema com ele. Em relação a todas atitudes tomadas em 2013 foram em conjunto com ele e também com Márcio Della Volpe. Não quero me envolver em política porque passei por isso no Vasco da Gama. Meu foco é no campo e não quero ficar mais preocupado com outros assuntos”.

A estreia de Jorginho será nesta terça-feira contra o Aparecidense pela Copa do Brasil.

Comente com seu Facebook