Jorginho confirma titulares da Ponte e acredita que time vai manter embalo do mês passado

0
Foto: Álvaro Jr - Ponte Press

O técnico Jorginho comandou no gramado do Moisés Lucarelli a última atividade antes do retorno da Ponte na Série B, nesta sexta (12/07) contra o Oeste em casa. O comandante se mostrou muito otimista de que a equipe pode manter o embalo mesmo depois de um mês sem jogo oficial. “Difícil cravar que isto vai acontecer, mas fizemos os trabalho pra isto”, disse o treinador.

ESPEL ELEVADORES

Diferentemente de outras situações, desta vez o técnico alvinegro não fechou os trabalhos para definir a equipe titular, que foi cravada com Ivam; Arnaldo, Renan Fonseca, Airton e Abner; Edson, Camilo, Gérson Magrão e Matheus Vargas; Marquinhos e Roger.

O treinador confirmou que treinou bastante para aprimorar os pontos positivos do time e, assim como o zagueiro Airton, que esta semana pediu paciência ao torcedor, Jorginho confirmou esta teoria: “A característica da nossa equipe é a posse de bola. A equipe do Oeste marca muito forte, uma marcação quase individual. O torcedor tem que entender, saber jogar com a equipe. E ele (o torcedor) sabe muito bem, tem entendido isso, na sua maioria”.

Ao longo dos últimos 20 dias de trabalho, Jorginho garante que conseguiu ter em mãos uma equipe mais organizada. Além disso, ele enalteceu o fato da Macaca não ter perdido os principais jogadores nesta parada para a Copa América e também o fato de ter tido tempo de trabalhar os atletas que não vem sendo tão aproveitados no time titular, como Dadá e Marcondele.

Outra grande busca do treinador neste mês foi a busca de um time com o mesmo rendimento ao longo dos 90 minutos, busca por equilíbrio, e foco total nas partidas: “uma regularidade durante todo o jogo, nós fizemos grandes primeiros tempos e grandes segundos tempos, mas tivemos ainda um hiato nesse período entre um tempo e outro (…) não há limite, não há barreiras para que você possa ultrapassar as dificuldades”.

Com relação a reforços, Jorginho ainda espera mais 2 jogadores ofensivos que atuem pelos lados, um meia-atacante e um atacante de ofício. “Se a gente pensar num campeonato Brasileiro longo, nós temos hoje no nosso elenco à disposição 20 jogadores de linha e 2 machucados, Vinícius e Longuine (…) a gente vai aguardar um pouco mais, mas o Gustavo (Bueno) tá correndo atrás, a situação financeira está melhorando, hoje mesmo entrou o pagamento pra todo mundo, foi muito bom, todo mundo sorrindo. Tenho certeza que eles farão o melhor para que a gente possa pelo menos ter 2 a 4 contratações nos próximos dias”.

Comente com seu Facebook