João Brigatti, treinador da Ponte Preta, participou do Bandeirantes Esportiva na tarde desta sexta-feira na Rádio Bandeirantes. O profissional abordou temas como retorno dos treinamentos, contratações e planejamento para 2020.

O técnico pontepretano abordou que a diretoria tem atualizado a situação sobre a possibilidade de retorno dos treinamentos na próxima semana, mas ainda aguarda um novo posicionamento da Prefeitura na próxima segunda-feira.

“Na segunda-feira estava previsto o retorno dos treinamentos com a realização dos testes e posteriormente a volta das atividades, mas o presidente Tiãozinho nos passou que a situação segue indefinida. Precisamos programar os testes para o momento certo porque tem um custo alto. Ainda precisamos aguardar um novo pronunciamento das autoridades a partir da segunda-feira para que a gente possa ter uma data de retornar aos treinamentos”, explicou ao microfone da RB Campinas.

Brigatti comentou que todas incertezas acabam atrapalhando no planejamento da equipe pensando na sequência da temporada. O técnico pontepretano ainda comentou que não há uma definição em quais moldes o Paulistão será retomado.

“O Campeonato Paulista está totalmente desfigurado porque está há muito tempo inativo, ainda não sabemos em quais regras ele voltará, os locais dos jogos e nem mesmo o regulamento. Tudo isso gera uma incerteza para todos nós. A nossa expectativa é pelo menos para entender mais sobre datas e a perspectiva do futuro”, comentou.

Durante a semana, a Macaca oficializou mais dois reforços: o zagueiro Rayan e o volante Neto Moura serão integrados ao elenco de Brigatti. Luizão, Ernandes e Camilo também foram anunciados desde a paralisação do futebol brasileiro.

“O mais importante sobre todos os atletas que foram contratados é que eles vão adicionar um ponto de equilíbrio no elenco. Não apenas no aspecto técnico, mas também em experiência. Eu acredito que a chegada destes jogadores eleva também o rendimento de outros atletas”, ressaltou.

Reportagem de Júlio Nascimento | Foto de Álvaro Júnior (Pontepress)

Comente com seu Facebook