“Será um dos grandes laterais do futebol brasileiro”.

A frase de Jorginho Campos, ainda em 2019, após observar o jovem Jean Carlos, gerou uma grande expectativa na torcida pontepretana.

Afinal, o lateral do tetra apontou um valor da mesma posição dentro do Moisés Lucarelli. No entanto, Jean Carlos precisou passar por lesões graves nas categorias de base e a insegurança por conta da idade.

“Eu tenho trabalhado bem o lado mental e o físico. Eu sempre coloquei na minha cabeça que o melhor caminho é trabalhar firme porque as coisas acontecem na hora certa. Acho que esse é o caminho”, explica.

O atleta de 19 anos foi uma das novidades no dérbi 203 e desempenhou bem seu papel. Com o titular Artur entregue ao departamento médico, Jean Carlos vê o caminho livre neste momento para buscar uma sequência.

“Eu estava precisando de uma partida como o dérbi para mostrar meu potencial e ter mais confiança para os próximos jogos. Estava trabalhando sem parar desde o Campeonato Paulista em busca dessa oportunidade”, reitera.

“O Artur é um espelho e alguém que sempre pego muitos conselhos. Será uma briga sadia entre nós dois. Não existe nenhuma vaidade entre nós e o nosso objetivo vai ser elevar o nível do grupo”, completa.

Jean Carlos e a Ponte Preta entram em campo nesta sexta-feira, às 19h, no Moisés Lucarelli, em duelo da sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A Macaca segue invicta atuando como mandante na competição: duas vitórias e um empate.

Foto de Diego Almeida/Pontepress

Comente com seu Facebook