Insucesso recente com atacantes faz Umberto Louzer respaldar Bruno Mendes

0
Créditos: Letícia Martins/Guarani Futebol Clube

por júlio nascimento

Principal homem de referência do Guarani na temporada, Bruno Mendes voltou a balançar as redes na partida contra o Fortaleza e chegou ao 11º gol na temporada. Foi apenas o segundo gol do camisa 9 em 14 jogos na Série B, mas Mendes segue respaldado pelo técnico Umberto Louzer.

A principal sombra do jogador era Anselmo Ramon – que acabou sofrendo lesão no tornozelo e só volta em 2019 -, mas Mendes continuou na condição de titular na disputa interna com o experiente Marcão.

O insucesso recente com centroavantes também deixa a comissão bugrina receosa de novas mudanças.

Bruno é o primeiro atacante a passar da marca dos dez gols na temporada desde Fabinho, em 2011, quando o ex-atacante bugrino marcou 18 gols. O único a conseguir tal feito foi o ex-meia Fumagalli em 2015 e 2016. Tentativas fracassadas com Ronaldo, Schwenk, Nena, Silas, Max, Eliandro e outros decepcionaram nos últimos anos.

Revelado nas categorias de base do próprio Guarani em 2012, Mendes alcançou a melhor marca na carreira. Chegou aos 11 gols em 30 jogos e ultrapassou a passagem no Vitória de Guimarães, de Portugal, quando marcou sete gols em 33 jogos em 2015.

Mesmo com a falta de gols com frequência no Campeonato Brasileiro, a disposição tática colaborou para a permanência de Bruno Mendes na equipe. A única preocupação no momento é com a condição física. O camisa 9 alegou cansaço e será reavaliado no período da noite para saber se começa a partida contra o Sampaio.

Números dos atacantes desde 2011:
Fabinho – 2011 – 18 gols 

Bruno Mendes – 2012 – 6 gols
Ronaldo Mendes – 2012 – 6 gols
Schwenck – 2012 – 8 gols
Nena – 2013 – nenhum gol
Silas – 2014 – 4 gols
Giancarlo – 2015 – nenhum gol
Anderson Cavalo – 2015 – 3 gols
Rai – 2015 – 1 gol
Caça Rato – 2016 – 1 gol
Max – 2016 – 1 gol
Gabriel Rodrigues – 2016 – 1 gol
Pipico – 2016 – 5 gols
Eliandro – 2017 – 9 gols
Bruno Mendes – 11 gols