Guarani reencontra Vitória após 7 temporadas e tenta quebrar tabu de 23 anos

0
Foto: Eduardo Martins/Ag A Tarde

por júlio nascimento

ESPEL ELEVADORES

O Guarani entra em campo nesta segunda-feira, às 20h, para enfrentar o Vitória, no Brinco de Ouro, pela terceira rodada da Série B. O time de Vinicius Eutrópio busca somar três pontos pela primeira vez na competição e terá que enfrentar os números.

Primeiramente, o Bugre é o time com maior jejum entre os que disputam a Série B. São oito jogos sem vencer na temporada. O último triunfo ocorreu há 80 dias pelo Campeonato Paulista contra o São Caetano. Nas rodadas iniciais do Brasileirão empatou com o Figueirense e perdeu para o Oeste.

Mas o grande tabu da noite não é sobre essa temporada…

O Guarani reencontra o Vitória após sete temporadas. O último encontro ocorreu em 2012 também pela Série B. Depois, o Leão passou a disputar algumas edições da Série A enquanto o Guarani enfrentou um longo calvário na Série C antes de retornar para Segunda Divisão.

Mas quando se trata de jogos em Campinas, o bugrino não fica muito empolgado em jogos contra o Vitória. O time baiano sempre foi pedra no sapato. Em 12 jogos no Brinco de Ouro são três vitórias para cada lado e seis empates. Vale lembrar que em 2011 os times jogaram em Araraquara e empataram sem gols.

Entretanto, a última vitória do Bugre contra o Leão, no Brinco, foi em outubro de 1995.

Há 23 anos…

O Bugre era comandado por Nicanor de Carvalho e contou com dois gols de Luizão e um de Fábio Augusto para vencer por 3 a 1. Desde então foram seis jogos no estádio campineiro com cinco empates e uma derrota.

De acordo com números do historiador José Mariolani, Guarani e Vitória se enfrentaram ao todo em 31 jogos com vantagem campineira: 10 vitórias, 12 empates e 9 derrotas. O Bugre marcou 40 gols e sofreu 35.

Enquanto o Guarani soma um ponto em duas rodadas na Série B, o Vitória vive situação ligeiramente mais confortável com três pontos somados.

Comente com seu Facebook