Guarani perde para Botafogo-SP e chance de classificação fica para última rodada

0
Foto: José Bazzo - Botafogo-SP

O Guarani não conseguiu manter a boa fase no retorno ao Paulistão. Depois de mais de quatro meses sem entrar em campo, Guarani e Botafogo se enfrentaram no encerramento da penúltima rodada do Paulistão e a equipe de Ribeirão Preto levou a melhor.

Depois de um bom primeiro tempo, o Bugre voltou com menos força e levou o primeiro gol do jogo no início do segundo tempo, no cabeceio de Wellington Tanque. O segundo gol saiu no último minuto, num contra-ataque de Matheus Anjos. O resultado foi providencial para o Pantera que sai da zona de rebaixamento. Já o Guarani não consegue confirmar a classificação para o mata-mata do Estadual com antecedência.

O JOGO

O Bugre começa com a primeira oportunidade aos 11 minutos: Cristovam cruza da esquerda e Alemão manda de cabeça, mas o goleiro desvia para escanteio. Antes da primeira metade da etapa inicial, o Guarani já dominava o jogo. Foram 3 oportunidades, mas nenhuma delas ameaçou efetivamente o gol adversário.

No final do primeiro tempo, Botafogo tenta se acertar em campo. A única chance foi com Naldo, num rebote que vai pra fora.

O time de Ribeirão volta melhor do intervalo e não demora para abrir o marcador. Aos 5 minutos, Matheus Anjos cobra falta e Wellington Tanque de cabeça marca.

Os alviverdes sentem o gol e demoram para reagir. Em lance pela esquerda, Júnior Todinho chuta forte e Darley evita o empate. O Bugre até tenta trabalhar a bola, mas tem pouca efetividade ofensiva.

O Botafogo, satisfeito com a vantagem mínima, chega pouco; Rafinha exige defesa de Jefferson. A equipe de Ribeirão consegue segurar a bola na parte final do jogo. Matheus Anjos quase deixa o placar mais tranquilo numa bela cobrança de escanteio que Jefferson evita o gol olímpico.

Aos 45, o minuto mais emocionante da partida: Caíque Sá puxa contra ataque, tenta tocar na saída de Jefferson, o goleiro defende, arma o contra-ataque e Júnior Todinho acerta um belo chute que explode no travessão.

Aos 49, quando o Guarani vai para o tudo ou nada, o contra-ataque do Botafogo dá certo. Matheus Anjos fica sozinho, dribla o goleiro e define a vitória para o Pantera.

FICHA TÉCNICA

QUEM JOGOU? Botafogo de Ribeirão Preto e Guarani se enfrentaram pela 11ª rodada do Campeonato Paulista de 2020.

ONDE? Estádio Primeiro de Maio em São Bernardo do Campo

QUAIS ESCALAÇÕES? O Botafogo foi a campo escalado pelo técnico Claudinei Oliveira com Darley; Val (Caíque Sá), Jordan, Robson e Gilson; Naldo (Ferreira), Víctor Bolt, Calabres (Rafinha) e Matheus Anjos; Gustavo Henrique (Ronald e Murilo Oliveira) e Wellington Tanque. Já o Guarani, comandado por Thiago Carpini, jogou com Jefferson; Renanzinho (Bidu), Walber, Bruno Silva e Cristovam; Deivid (Marcelo), Lucas Crispim e Arthur Rezende; Giovanny (Eduardo Person), Alemão (Waguininho) e Rafael Costa (Júnior Todinho).

QUEM MARCOU? Wellington Tanque, aos 5 minutos do segundo tempo e Matheus Anjos aos 49 minutos do segundo tempo.

QUEM APITOU? Luiz Flávio de Oliveira

QUEM RECEBEU CARTÃO? Deivid do Guarani, Robson e Murilo Oliveira do Botafogo foram amarelados pelo árbitro

PÚBLICO E RENDA? O jogo foi disputado com portões fechados por determinação do protocolo médico da FPF e do Governo de SP para conter a pandemia do Coronavírus.

Comente com seu Facebook