XV surpreende e Guarani perde invencibilidade no Brinco

0

O Guarani perdeu a invencibilidade jogando em casa na série A2. A derrota para o XV por 1 a 0 na noite de hoje foi um banho de água fria na torcida, que cogitava até a liderança da competição. Com o resultado o Bugre caiu pra quarta colocação e viu concorrentes diretos se aproximarem. O Guarani não perdia para o XV em casa há mais de 62 anos.

O Alviverde mostrou um bom futebol na primeira etapa e teve inúmeras oportunidades de abrir o placar, mas não aproveitou. Com o gol dos visitantes no começo da segunda etapa, o Bugre se perdeu em campo e não conseguiu mostrar poder de reação como no jogo contra o Sertãozinho. Agora a equipe volta a campo contra o Taubaté, às 17h, novamente no Brinco de Ouro.

O JOGO
Logo com um minuto de jogo o Guarani chega com Bruno Mendes. Aos 10 minutos, Mendes assusta de novo e na tentativa de voleio faz Samuel trabalhar. Aos 14 minutos, o goleiro do XV bobea, sai jogando errado e a bola sobra pra Bruno Mendes que bate, mas o goleirão se recupera. O Bugre mete pressão e na sequência de novo Mendes bate de primeira na entrada da área e quase faz um golaço no Brinco.
O jogo diminui o ritmo e o Bugre só chega de novo aos 24 em chute de longa distância de Erik. O chute empolga o Guarani e Ricardinho de cabeça obriga Samuel a salvar o que seria o primeiro do Alviverde. Então aos 32, Lenon arrisca de fora da área e tira tinta da trave. Aos 39 minutos um lance incrível, após cobrança de falta de Ricardinho de novo cabeceia e a bola explode no travessão de Samuel. Mas o primeiro tempo termina sem ninguém balançar as redes.
No segundo tempo, antes mesmo de um minuto de jogo, um banho de água fria. A boa atuação do Guarani no primeiro tempo ficou pra trás e na falha de Marcílio Jobinho abriu o placar para o Nhô quim. O Bugre sente o gol e aos quatro minutos o XV balança as redes de novo, mas o bandeirinha marca impedimento. Aos 15 quase Mendes leva perigo de cabeça.
Aos 22, em um rápido contra-ataque, por pouco Bruno Mendes de novo não empata. O atacante chuta nas mãos de Samuel. Aos 28 o XV tem uma boa oportunidade com Everton, mas o chute para nas mãos de Bruno Brígido.

Aos 31 falta pro Guarani na entrada da área. Então, Fumagali entra pra fazer seu jogo de número 300, mas na cobrança fica na barreira. O bugre até tenta pressionar na sequência, mas não assusta Samuel.

O bom futebol do primeiro tempo desaparece e o Guarani sofre pra pressionar o XV. Aos 44 minutos, Lenon deixa Elias em condições de empatar, mas manda pra fora. No finzinho até Bruno Brígido vai pra área, mas a noite não era bugrina.

FICHA TÉCNICA
Estádio: Brinco de Ouro da Princesa
Arbitro: Thiago Duarte Peixoto
Auxiliares: Marco Antonio de Andrade Junior e Osvaldo Apipe de Medeiro Filho                                          Público:  4.439 Renda: R$ 61.591
Guarani: Bruno Brigido, Lenon, Lucas Kal, Lombardi, Marcilio, Baraka, Ricardinho (Fumagali), Erik (Elias), Bruno Mendes, Rondnelly (Gabriel Leite) e Nazário.

XV de Piracicaba: Samuel, Marcondes, Jean Paulo, Oziel, Pedrinho, Guly, Formigoni (Andre Cunha), Fraga, Jobinho (Bruninho), Fabinho (Norton) e Everton.
Gol: Jobinho (2 tempo´1)
Cartões amarelos: Marcílio; Formigoni.

Comente com seu Facebook