Guarani paga salários atrasados. Situação política segue indefinida

0

O Guarani pagou nesta terça (17/09) a segunda parte dos salários dos jogadores que estavam atrasados. A primeira parte tinha sido paga cerca de duas semanas atrás.

ESPEL ELEVADORES

Agora, o objetivo é reunir verba o mais rápido possível para que o problema não se repita em breve. Isto porque os salários referentes ao mês de agosto vencem no próximo dia 20.

Renúncia de Palmeron não está descartada

Além dos membros do CA trabalharem para definir as questões financeiras do clube os últimos reforços da Série B, a assembleia extraordinária do próximo dia 23 que vai votar o impeachment dos membros do Conselho ainda agita os bastidores do clube.

Informações apuradas pelo Portal CB dão conta de que existe a possibilidade de que o ex-presidente Palmeron Mendes Filho renuncie. O vice Assis Eurípedes também pode tomar o mesmo caminho. A renúncia deles os livraria do impeachment, mas não impediria a assembleia.

Se Palmeron e Assis desistirem de vez dos cargos, a tendência é que os outros 4 membros do CA (Ricardo Moisés, Gilberto Moreno, Marcos Lena e Carlos Queiroz) continuem no clube e haveria uma nova eleição para substituição dos 3 cargos vagos no Conselho, já que Luiz Domiciano renunciou no final de 2017.

O cenário ainda é indefinido, mas há também a possibilidade de não haver renúncia. Fato é que há tempos o Conselho de Administração não tem união em suas decisões e uma escolha de novos membros do CA pode desenhar outra linha de comando no Brinco de Ouro.

Comente com seu Facebook