O CEO do Guarani, Ricardo Moisés, rebateu Lucas Drubscky após o executivo declarar que o acesso não era tratado como um objetivo internamente no Brinco de Ouro.

Durante a entrevista coletiva de apresentação do superintendente Juliano Camargo, Moisés tomou a palavra para dar explicações ao torcedor e garantiu que o acesos sempre foi tido como prioridade.

“A gente tinha o objetivo claro de acesso e brigamos por ele durante a competição. Esse objetivo ficou tão claro pelas ações da diretoria durante o ano e era nossa prioridade. Qualquer comentário diferente disso é uma teoria da conspiração e não vamos deixar que isso atrapalhe a imagem dos que aqui estão”, disse Ricardo Moisés.

O CEO do Bugre ainda lembrou que o clube trocou a comissão técnica e o departamento de futebol quando se distanciou do G-4 justamente para seguir focado no acesso.

“A gente começa o ano com o objetivo declarado de acesso, iniciamos a competição com três vitórias consecutivas e depois entramos em uma sequência negativa. De imediato a diretoria troca executivo e treinador em busca que essa oscilação não ocorresse. A gente contratou um treinador campeão da Série B, que brigou em todos os clubes onde passou e desde a primeira entrevista dele foi colocado de forma clara que o Guarani brigaria até o fim”, ressaltou.

Moisés revelou que a diretoria propôs uma premiação de aproximadamente R$ 11 milhões em caso de um combo com título e acesso. Apenas a promoção à Série A renderia R$ 5 milhões ao elenco.

“Pagamos R$ 1,6 milhão em bichos para vitórias, rigorosamente em dia. Havia promessa de R$ 5 milhões pelo acesso e R$ 6 milhões pelo título. A diretoria está de parabéns pelo trabalho que ela fez e condução que deu para que buscasse o acesso. Infelizmente o acesso não veio, mas fizemos o possível e o impossível dentro da nossa realidade”, informou.

O CEO alviverde também falou sobre Lucas Drubscky, que fez um desabafo em sua apresentação no Ceará.

“É triste ver um discurso que a diretoria não queria subir ou que os jogadores tiraram o pé. Tenho certeza que foi uma declaração infeliz, num momento de nervosismo. Triste ver um profissional sair daqui e fazer um pronunciamento que prejudica os profissionais que aqui ficaram”, encerrou.

Foto de Thomaz Marostegan/Guarani FC

Portal CB no YouTube! Acompanhe vídeos do time do seu coração com informação, debate e curiosidades. Gols, comentários e entrevistas todos os dias com a Equipe de Carlos Batista. Se inscreva no canal e ative as notificações. Clique aqui e acesse.