“O volume de jogo é bom. Agora é ser fatal”.

O zagueiro Ronaldo Alves fez esse apontamento na entrevista coletiva do Guarani nesta semana.

De acordo com dados apresentados no Footstats, o Bugre segue como líder em finalizações certas após seis rodadas da Série B entre todos os participantes da competição.

A equipe campineira acertou o alvo em 41 oportunidades nas seis partidas. Média de 6,83 finalizações certas por jogo. O Náutico, com 35, e o Vila, com 31, completam o pódio.

Mas o volume de jogo, citado por Ronaldo Alves, não tem se convertido em bola na rede.

Desde 2010 é a segunda vez que o Guarani passa os 21 jogos iniciais da temporada com média inferior à um gol por partida. Assim como em 2019 foram 19 gols marcados em 21 jogos. Média de 0,90 gol por jogo.

Em 2021 foram 23 gols no mesmo período (1,09 gol por jogo). Na temporada 2020 foram 22 gols (1,04).

Três times dividem o posto de pior ataque da Série B: Guarani, Ponte Preta e CSA marcaram apenas três gols cada nas seis partidas disputadas.

O caso do Bugre chama atenção por conta da quantidade de finalizações e oportunidades criadas a cada jogo.

“Vamos buscar esse equilíbrio em todos os setores do time. A Série B é uma competição em que você precisa ser decisivo e fatal. A competição é dura e vamos melhorar esses números”, completou Ronaldo Alves.

Comente com seu Facebook