O Guarani fez valer o mando de campo e o melhor momento na série B e está em vantagem depois dos primeiros 45 minutos do clássico campineiro. Depois de ter mais posse de bola e ser ligeiramente melhor nas oportunidades de gol, Régis consegue abrir o marcador aos 41.

O Guarani começou de maneira intensa e já cria a primeira oportunidade com menos de um minuto. Jogada inicia pela direita, Diogo Mateus cruza, a bola chega em Julio César que gira, chuta, Ygor Vinhas defende e depois afastada por Cleylton.

A Ponte consegue equilibrar a partida e também busca o gol. Aos 10 minutos, Camilo aparece de cabeça, mas a bola sai em escanteio. Na cobrança, mais uma chance pelo alto com Dahwan em que a bola passa raspando o travessão.

O Bugre responde com Régis, mas Vini Locatelli impede. Melhor ainda é o lance seguinte. Régis faz boa jogada pela esquerda, se livra da marcação e cruza, a bola passa por toda a área e chega em Diogo Mateus que tenta de primeira e a bola vai na rede pelo lado de fora.

Em casa, o Guarani tem mais posse de bola e vai levando vantagem nas chances de gol. Julio César manda bola perigosa para a área e Bruno Sávio não consegue o desvio.

Na bola parada, a Camilo responde mas Gabriel Mesquita manda pra escanteio.

Mas, aos 41 minutos, o Bugre inaugura o marcador e faz valer a ligeira vantagem no primeiro tempo. A jogada é iniciada pelo zagueiro Carlão, que confunde a marcação pontepretana, e encontra Régis que gira bem e manda rasteiro. Um a zero.

Foto: Celso Congilio/Guarani

Comente com seu Facebook