Guarani vence fora de casa e continua na vice-liderança Série A2

0
Dois times iniciaram a partida sob chuva

O Guarani conquistou uma importante vitória fora de casa diante da Inter de Limeira. Numa partida marcada pelo equilíbrio, o Bugre quebrou um tabu e acabou com a invencibilidade dos donos da casa que já duravam 17 partidas.

A Inter se afasta de vez do G-4 da Série A2, enquanto o Bugre chega aos 22 pontos e continua na vice-liderança da competição. O próximo adversário do Guarani é o Juventus no domingo (11/03) na Rua Javari, em São Paulo, às 10 da manhã.

O JOGO

A inesperada chuva que caiu em Limeira fez os jogadores tentarem se adaptar rapidamente às condições do gramado. As duas equipes partiram pro ataque e tinham chances alternadas de gol. A partida seguia equilibrada, com muitos lances de perigo. Até os 23 minutos, quando Erik recebe passe de Nazário e marca um belo gol.

O Guarani tentava conter as ações da Inter. No entanto, aos 37 minutos, Fernando Lombardi comete pênalti em Eder Paulista. Tom vai pra bola e deixa tudo igual no Limeirão. E o primeiro tempo termina empatado.

Na segunda etapa, os dois times seguem tentando o ataque. Até que a Inter perde o goleiro Rafael Pin, machucado. Mas o goleiro Moisés entra ligado na partida. Ele defende um bom ataque de Erik. O Bugre ficava mais no ataque, mas a Inter também não abria mão dos 3 pontos. Aos 38 minutos, uma bola parada decide a partida. Denner sobra escanteio, Marcílio desvia e Bruno Mendes faz o segundo do Bugre.

O Guarani tem inteligência para controlar o jogo e levar mais três pontos para Campinas.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio Major Levy Sobrinho – Limeira

Data: quarta, 07 de março

Horário: 20 horas

Público e renda: 2369 pagantes, R$ 49.885

Árbitro: José Cláudio Rocha Filho

Auxiliares: Mauro André de Freitas e Vladimir Nunes da Silva

Inter Limeira – Rafael Pin (Moisés), Vinícius Pedalada, Lucas Balardim, Nikão e Malcoon; Marquinhos, Zé Mateus, Teco (Ricardinho) e Moisés (Wesley); Éder Paulista e Tom. Téc. João Vallim

Guarani – Bruno Brígido, Lenon, Philippe Maia, Fernando Lombardi e Marcílio, Baraka, Ricardinho, Rondinelly (Denner) e Bruno Nazário; Erik (Serafim) e Bruno Mendes (Pedro Bortoluzzo). Téc. Umberto Louzer

Gols: Erik (23 min. 1º tempo), Tom (28 min. 1º tempo), Bruno Mendes (39 min. 2º tempo)

Cartões Amarelos: Ricardinho, Bruno Mendes, Teco, Baraka

Comente com seu Facebook