Guarani é o terceiro em lista de atletas escalados e já usou quase todo elenco na Série B

0
Créditos: Letícia Martins/Guarani Press

por júlio nascimento

Após 16 rodadas da Série B do Campeonato Brasileiro, o Guarani já mandou a campo 31 jogadores. Recheado de desfalques, seja por contusões ou suspensões, além das transferências de outros, o Bugre precisou recorrer a quase todo elenco, hoje formado por 33 jogadores, segundo o site oficial do clube. É o terceiro time que mais atletas utilizou na competição.

O técnico Umberto Louzer precisou remontar a equipe em comparação a base do elenco que conquistou a Série A2 do Campeonato Paulista. Além das constantes suspensões, principalmente do zagueiro Philipe Maia, o treinador perdeu o goleiro Bruno Brígido, o lateral Lenon, o volante Baraka, o meia Bruno Nazário e o atacante Anselmo Ramon.

Também deixaram o Bugre o goleiro Rodolfo Castro, os zagueiros Lucas Kal e Fernando Lombardi, o volante Luan e os atacantes Pedro Bortoluzzo e Elias.

Foram 31 jogadores utilizados até o momento na competição e a comissão técnica ainda aguarda a estreia de mais jogadores. O zagueiro Ferreira, o volante Fabrício e o meia Jefferson Nem já estão integrados ao grupo. O lateral Felipe Rodrigues, ex-Sport, também negocia.

O Boa Esporte, que utilizou 40 jogadores, e o Londrina, com 33 atletas rodados, são os únicos times com rotação maior do que o Guarani. O time mineiro, aliás, é o último colocado com apenas sete pontos em 15 rodadas. A proporção deve aumentar no jogo contra a Ponte Preta neste sábado.

Já entre as escalações mais regulares estão Avaí, com 24 jogadores utilizados, e Vila Nova e Paysandu, com 25 cada.

  1. Boa Esporte – 40 jogadores
  2. Londrina – 33
  3. Guarani – 31 
  4. Sampaio Corrêa, Goiás e Criciúma – 30
  5. Oeste e Juventude – 29
  6. Brasil de Pelotas, Fortaleza, Figueirense, Coritiba e Atlético-GO – 28
  7. São Bento – 27
  8. Ponte Prta, CSA e CRB – 26
  9. Vila Nova e Paysandu – 25
  10. Avaí – 24