Guarani detecta Ferreira com déficit de força e traça programa particular

0
Foto: Letícia Martins-GuaraniPress

por júlio nascimento

Para estrear e, principalmente, ter uma sequência no Guarani, o experiente Ferreira tem um obstáculo importante a superar. O Portal CB apurou que as avaliações feitas no jogador de 33 anos mostram níveis de força abaixo do desejado. Até por isso, a comissão técnica ainda não trabalha com prazos para escalá-lo.

Nos últimos treinamentos, às vésperas da viagem para Londrina, o técnico Umberto Louzer tem indicado a manutenção da dupla de zagueiros com Philipe Maia e Everton Alemão. Apesar do crescimento do coro pela escalação de Ferreira, é certo que a comissão bugrina ainda espera pela evolução do zagueiro na parte física.

Ferreira, vale lembrar, enfrentou um processo cirúrgico no final do ano passado para corrigir um problema na canela ainda nos tempos de Figueirense. Neste ano, após empréstimo para o Mirassol, atuou apenas em uma oportunidade durante o Campeonato Paulista. Foram solitários 11 jogos nos últimos 18 meses.

O técnico Umberto Louzer, em entrevista à Rádio Bandeirantes de Campinas, admitiu um plano especial para a recuperação do zagueiro. “O Ferreira tem uma grande identificação com o clube, mas jogou em apenas uma partida neste ano. Ele tem um déficit muscular e temos feito um trabalho físico de recuperação para que ele possa nos ajudar”, explicou.

No Guarani, a projeção é que Ferreira possa atuar com maior regularidade ainda antes do Dérbi 192 – agendado para o dia 25 de agosto. Antes deste período, ele terá ao lado do grupo uma carga importante de treinamentos para atingir os níveis desejados para atuar e, quem sabe, ser titular.

Ferreira terá a concorrência de cinco atletas no elenco. Além de Philipe Maia e Everton Alemão, os atuais titulares, Umberto Louzer conta com os zagueiros Edson Silva, Anderson de Jesus e o recém-contratado Fabrício Dornellas.

Comente com seu Facebook