Guarani anuncia 4 primeiros reforços para temporada 2020

0
Foto: André Albuquerque - Guarani FC

A entrevista coletiva do presidente Ricardo Moisés e do superintendente de futebol do Guarani, Michel Alves, confirmou a contratação dos primeiros jogadores para o Paulistão 2020. O goleiro Matheus Cavichioli (ex-Oestes), o zagueiro Ednei (ex-Cuiabá), o volante Lucas Abreu (ex-CRB) e o atacante Rafael Costa (ex-Botafogo-SP) estão confirmados e vão vestir a camisa do Bugre a partir de janeiro.

CAFÉ MORAES

De acordo com Michel Alves, os atletas contratados e que negociam estão alinhados à política financeira do clube e às necessidades técnicas da comissão e diretoria.

Dos quatro atletas, o atacante Rafael Costa é o que mais chama a atenção. O jogador passou por Campinas em 2014, quando conquistou o acesso à Série A do Brasileiro pela Ponte Preta. No Botafogo de Ribeirão Preto, o atleta fez 33 partidas em 2019 e marcou 12 gols. Aos 32 anos, Costa tem passagens por mais de uma dezena de clubes na carreira, entre eles Ceará, Figueirense, São Caetano e CRB.

O goleiro Matheus Cavichioli não é surpresa na lista. O nome do jogador jpa vinha sendo especulado há pelo menos uma semana. O jogador de 33 anos foi titular na campanha do Oeste na Série B e, antes de atuar no futebol paulista, esteve no Rio Grande do Sul defendendo Juventude, Novo Hamburgo, Inter de Santa Maria, Passo Fundo e Brasil de Farroupilha. A tendência é que o reforço dispute posição com Jeferson Paulino, goleiro remanescente.

O zagueiro Ednei, de 29 anos, trabalhou recentemente com Michel Alves no Cuiabá. No time do Mato Grosso, o jogador atuou em 29 oportunidades pela Série B e balançou as redes uma vez.

Outra surpresa na lista dos primeiros reforços é o volante Lucas Abreu, de 31 anos que disputou 22 partidas com a camisa do CRB no Brasileiro deste ano.

A tendência é que até a próxima sexta (20/12) novos nomes sejam anunciados. “Tem outras situações adiantadas, pré-contrato encaminhado, mas alguns jogadores têm vínculo nos seus clubes e por ética não seria correto e leal da nossa parte falar”.

Comente com seu Facebook