Goleiro ganha ação trabalhista contra a Ponte Preta

0

O goleiro João Carlos, atualmente no CSA, ganhou uma ação trabalhista contra a Ponte Preta. O goleiro abriu o processo para cobrar direitos de imagem e salários atrasados no período em que defendeu o clube.

ESPEL ELEVADORES

O valor é de R$ 320 mil por direitos de imagem de outubro, novembro e dezembro de 2017, além dos salários de dezembro e verbas rescisórias.

“Nós havíamos procurado a Ponte Preta visando alguma composição satisfatória às partes, mas sem sucesso. Agora veio a Sentença, em que acertadamente o juiz condenou o clube a pagar o que é de direito do João Carlos”, disse o advogado João Henrique Chiminazzo.

O atleta de 31 anos está defendendo as cores do CSA nesta temporada. Ele esteve na Ponte Preta entre 2015 e 2017 quando atuou por 51 jogos. João Carlos acumula passagens por Athletico, Atlético Goianiense, Ipatinga, Fortaleza, CRB e Nacional.

Comente com seu Facebook