Gilson Kleina reclama de arbitragem e nega falta confiança: ‘Acreditamos no trabalho’

0

A Ponte Preta foi goleada na manhã deste sábado, em Ribeirão Preto, contra o Botafogo. A derrota por 4 a 1 deixou a Macaca ainda mais distante do G4, mas o técnico Gilson Kleina garantiu que o grupo ainda tem confiança no objetivo do acesso.

“Precisamos reagir o mais rápido possível porque temos um novo compromisso na terça-feira. Alguns atletas sentiram mais fisicamente pela temperatura, mas nosso objetivo não muda. Temos a confiança dos atletas. Todos acreditamos no trabalho”, disse Kleina.

O treinador evitou falar sobre erros individuais na partida, mas admitiu que a tomada de decisão do elenco foi infeliz nesta manhã. “Sempre que crescíamos na partida o Botafogo conseguiu marcar os gols. Nossas decisões foram equivocadas e a estratégia do Hemerson Maria foi melhor que a minha. Preciso olhar para dentro e entender o que está errado”, reiterou.

Kleina também reclamou do comportamento da arbitragem. “Sofremos um pênalti que não tem sido adotado como critério em outras rodadas. Se marcaram pênalti hoje vão precisar marcar em todos os jogos pelo mesmo lance. Também teve um lance com Roger que fiquei em dúvida e um pênalti no Magrão não marcado”, explicou. “Futebol são 90 minutos e precisamos pedir desculpa aos torcedores. Não é a Ponte Preta que queremos, mas não perdemos nosso objetivo de vista”, concluiu.

Comente com seu Facebook