O técnico Gilson Kleina analisou o revés da Ponte Preta o Náutico no reencontro com a torcida no Moisés Lucarelli depois de 583 dias.

Apesar da derrota por 3 a 2, Kleina enalteceu o volume ofensivo e ressaltou que a equipe teve chances de marcar mais gols do que marcou na partida.

“É uma derrota que a gente vai sentir muito porque fizemos um grande primeiro tempo, com volume ofensivo e chegamos a 30 finalizações contra um adversário difícil. Poderíamos ter construído uma vitória tranquila, ainda tivemos chances de empatar o jogo, mas cometemos erros que não estávamos cometendo”, explicou em entrevista coletiva.

O comandante pontepretano ressaltou que o lado emocional seguirá sendo trabalhado para que a presença do torcedor não tenha um efeito de pressão ao invés de criar uma atmosfera positiva.

“É uma situação que nos deixa frustrados porque queríamos dar essa resposta para o torcedor. A gente conversou muito com os jogadores para preparar o lado emocional com a presença da torcida e vamos continuar trabalhando nisso. Acredito que mostramos muitos valores mesmo diante de uma derrota”, completou.

O próximo compromisso da Macaca será diante do Remo, no próximo domingo, no Moisés Lucarelli.

Foto de Álvaro Jr/Pontepress

Comente com seu Facebook