A Federação Paulista de Futebol (FPF) confirmou a volta do Campeonato Paulista no dia 22 de julho.

Em Conselho Técnico realizado nesta quinta-feira, com a participação dos 16 clubes, ficou definido que o regulamento será mantido: com rebaixamento e classificação para quartas de final.

A entidade também abriu espaço para inscrição de novos atletas que ainda não atuaram na Série A1 conforme determina o artigo 21 do regulamento.

Artigo 21 – o atleta poderá ser inscrito por um único clube participante da primeira divisão do Campeonato Paulista de 2020.

Os novos jogadores poderão ser inscritos até o dia 21 de julho.

Confira a nota oficial da FPF:

– Conforme determinado pelo Governo do Estado, as partidas restantes do Campeonato Paulista serão realizadas apenas nas cidades que estarão na fase amarela do plano de enfrentamento do Coronavírus ou autorizadas pelo Centro de Contingência da Covid-19. Com a constante atualização das cores das regiões, os locais e horários das partidas serão definidos nos próximos dias e comunicados oficialmente;

– A Federação Paulista de Futebol irá custear o transporte e hospedagem dos clubes que não puderem atuar em suas sedes, se assim for solicitado pelas agremiações;

– O Regulamento Específico da Competição será mantido. Diante da paralisação do Campeonato por mais de três meses, se fez necessária apenas uma adequação nas datas das partidas, de registro e de inscrição de atletas. Deste modo, foi definido que a data-limite para o registro de jogadores será 20 de julho e a inscrição para a competição, 21 de julho. Segue mantida também a possibilidade de troca de 4 atletas antes das quartas de final, conforme previsto no REC;

– A FPF já enviou ofício ao Ministério da Cidadania e à Secretaria de Esportes  informando que não haverá qualquer alteração no Regulamento Específico da Competição e tratando sobre a adequação dos prazos de registro e inscrição;

– Como as partidas serão realizadas sem público, os clubes e a FPF farão uma ampla divulgação para evitar aglomeração de torcedores no entorno dos estádios, respeitando as regras de isolamento social preconizadas pelas autoridades de saúde;

– Apenas o Botafogo Futebol SA divergiu solicitando adiamento do reinício da competição e contra a adequação de datas de registro e inscrição de atletas, o que o presidente do Conselho de Administração do Botafogo SA, Adalberto Baptista, chamou de “mudança de regulamento”. Ambos os pleitos foram rejeitados pelos 15 demais clubes.

Comente com seu Facebook