A Ponte Preta foi derrotada para a líder Chapecoense na 36ª rodada e precisa de uma combinação generosa de resultados nas últimas partidas para conseguir o acesso na Série B.

O duelo com a Chape foi de altos e baixos com direito a pênalti não marcado, expulsão de Luan Dias, chance desperdiçada por Guilherme Pato e gol sofrido no último minuto de jogo.

“Todo mundo está chateado pelo resultado e isso dificulta nossos planos. Mas eu sei que a torcida da Ponte reconhece que a gente está fazendo máximo e se dedicando para buscar nossos objetivos. Os jogadores se empenharam bastante e foram até o último suor para poder a buscar a vitória”, disse Moreno.

O comandante pontepretano saiu em defesa de Luan Dias que acabou sendo expulso no primeiro tempo após receber dois cartões amarelos.

“No primeiro cartão amarelo acho que o árbitro acabou sendo rigoroso demais e poderia ter segurado um pouco. Mas esse primeiro lance acabou sendo determinante para a expulsão. Não acredito que o Luan tenha sido irresponsável, mas é óbvio que jogar com dez, contra um adversário que é o líder do campeonato, no campo deles e com todos outros aspectos é muito difícil”, completou.

Apesar de ainda estar na luta pelo acesso, a reta final da Série B também serve para Fábio Moreno iniciar a preparação para o Campeonato Paulista da próxima temporada.

“A gente vai continuar buscando trabalhar diariamente e procurar somar o maior número de pontos até o final do campeonato. A partir disso, ao mesmo tempo em paralelo, planejamos e pensamos no futuro. Uma coisa não exclui a outra. A gente pode continuar focado no campeonato, buscando pontos e vitórias, mas pensar no Paulista também”, encerrou.

Foto de Álvaro Jr/Pontepress

Comente com seu Facebook