Morreu neste domingo o ex-técnico de Ponte Preta e Guarani, José Luiz Carbone, aos 74 anos, no Hospital Mário Gatti. Ele lutava contra um câncer hepático desde o início do mês, mas a doença ficou agressiva e ele não resistiu.

Como jogador, Carbone atuava como volante e passou pelo futebol campineiro como atleta. Depois, atuando como técnico, dirigiu Nacional Atlético Clube, Fluminense, Ponte Preta, Botafogo, Palmeiras, Inter, Guarani, Atlético Paranaense, Bahia, Cruzeiro, Criciúma, União São João de Araras-SP, Ituano, Emirados Árabes Unidos, Sporting Cristal de Lima, Peru, Sport de Recife, Remo, Paraná Clube, Comercial e Botafogo de Ribeirão Preto.

Foto de Fernando Sunega/Terceiro Tempo

Comente com seu Facebook