O presidente de honra da Ponte Preta, Sérgio Carnielli, entrou com nova ação na Justiça para cobrar uma dívida milionária do clube. O ex-presidente alega não ter recebido a quantia completa referente aos empréstimos que executou quando estava na presidência da diretoria executiva.

O valor pedido por Carnielli gira em torno de R$ 80 milhões e tramite em segredo judicial.

A informação foi confirmada pelo vice-presidente da Macaca, Nenê Tognolo, ao apresentador Carlos Batista em evento da Prefeitura de Campinas na última terça-feira.

No início do ano, após assumir a presidência do clube, Marco Antônio Eberlim admitiu possibilidade de ser acionado judicialmente pelo presidente de honra.

“Se existe a dívida ela será verificada e o clube terá que pagar. Acho um momento inoportuno por conta do momento financeiro da Ponte Preta. É um direito deles de cobrar assim como é um direito do clube verificar se as cobranças procedem”, explicou ao microfone da Rádio Bandeirantes.

A dívida da Ponte Preta com Sérgio Carnielli está escriturada e existe uma ação formal. A atual diretoria da Macaca solicitou uma auditoria especializada para verificar os valores cobrados.

Comente com seu Facebook