A imprensa campineira está de luto.

Neste sábado, 2, o histórico José Arnaldo Canisim nos deixou aos 73 anos após travar uma batalha contra um câncer.

Foram décadas dedicadas ao jornalismo, principalmente na época de ouro do rádio esportivo de Campinas. No Grupo Bandeirantes, intermediou mais de 20 debates eleitorais na tela da Band e comandou diversas jornadas e programas esportivos no AM 1170.

O Guarani prestou condolências aos familiares na manhã deste sábado. “O Guarani Futebol Clube lamenta profundamente o falecimento do jornalista José Arnaldo. Uma das principais vozes do jornalismo campineiro, José Arnaldo teve décadas de contribuições marcantes para a comunicação brasileira, se destacando por atuar em diversos segmentos, sobretudo na cobertura esportiva”, publicou o Bugre.

A Ponte Preta também se pronunciou. “É com profunda tristeza que a ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA PONTE PRETA lamenta o falecimento do jornalista José Arnaldo Canisim, aos 73 anos. Aos familiares, amigos e fãs, nossas condolências neste momento de dor e saudade”, publicou.

“Por muitas vezes fui entrevistado por José Arnaldo, que era contundente nas suas indagações e excelente jornalista e âncora. Me solidarizo com a dor da família. A cidade perdeu um grande comunicador”, disse o prefeito de Campinas, Dário Saadi.

Uma das principais parcerias de bancada de José Arnaldo, Zezé de Lima comandou ao lado do âncora o programa matinal da Rádio Bandeirantes por dez anos.

“Ainda sonho com o Zé, com os nossos debates. Eram tão honestos, que, por vezes, doíam. Foram 10 anos de convivência diária. Quando acabou a nossa dupla, sobraram respeito e agradecimento pelo profissional que me iniciou no rádio. Vai com Deus, Zé”, publicou.