Sem jogar profissionalmente há mais de dois anos, o atacante Luís Fabiano, de 39 anos, ainda mantém indefinida a situação da sua carreira.

O ex-atacante da Seleção Brasileira sonha em encerrar a carreira vestindo a camisa de um dos dois clubes que mais se identificou em sua trajetória: Ponte Preta ou São Paulo.

No caso da Macaca, Luís Fabiano ainda seria aproveitado em competições como o Paulistão e Série B, como proposto em 2018, mas o planejamento no São Paulo seria para um jogo festivo.

Em entrevista aos canais ESPN, Fabiano admitiu que, apesar do seu desejo, voltar a vestir a camisa de um dos times do coração não é uma tarefa simples.

“Eu estou 98% recuperado das lesões, mas sei que o fim está próximo e estou me preparando. Eu tinha expectativa de já voltar, mas esse Covid me complicou e ainda estamos estudando as melhores opções”, descreveu.

Fabiano relembrou a negociação com a Macaca em 2018 quando o clube ainda era presidido por José Armando Abdalla. “Sei que não é fácil e existem outras coisas em jogo. Não é simplesmente falar que quero jogar e pronto. Eu estive na Ponte Preta e não deu certo por alguns motivos. Mas ao lado do São Paulo é um clube que eu gostaria de vestir a camisa pela última vez”, completou.

Segundo apurou a reportagem, a opção pelo jogo festivo vestindo a camisa do São Paulo e uma despedida ao estilo de Rogério Ceni no Morumbi é bem recebida pelo estafe de Fabiano.

“Hoje a Ponte está mais distante. Seria um sonho vestir a camisa do São Paulo pela última vez no Morumbi. Eu até sonho fazendo um gol no Morumbi. Mas se isso não acontecer, estou satisfeito com a minha carreira. Se o fim não chegou, está chegando, e estou preparado para novos desafios”, encerrou.

Comente com seu Facebook