A Prefeitura de Campinas lançou na tarde de ontem, em evento realizado na Sala Azul do Paço Municipal, a campanha de combate ao racismo na esfera esportiva. Carlos Batista esteve presente no evento representando o Grupo Bandeirantes de Comunicação.

O prefeito Dário Saad assinou a “Carta de Campinas contra o Racismo no Futebol”, idealizada por Edna Lourenço, presidente da Associação dos Religiosos das Comunidades Tradicionais de Matriz Africana de Campinas e Região.

Guarani e Ponte Preta estiveram presentes na cerimônia e apoiaram o movimento. O presidente do Bugre, Ricardo Moisés, e o vice da Macaca, Jerônimo Tognolo, participaram do evento.

“O racismo é algo horroroso. A participação de todos é a forma inteligente de contestar o que não concordamos. É importante o Poder Público enfrentar com firmeza esta situação”, explicou o prefeito Saad ao assinar a carta.

Além dos clubes de Campinas, a carta de combate ao racismo recebeu centenas de assinaturas de membros da imprensa local, ex-jogadores, universidades, secretarias municipais, comissões, vereadores e os clubes de outras modalidades como vôlei, futsal e basquete.

Ronaldão, ex-zagueiro da Seleção Brasileira, representou os atletas. “Os casos de racismo expandiram no Brasil e precisamos também aumentar nossa luta e combate ao preconceito. Não podemos admitir que esse momento desagradável permaneça. É hora de agir”, disse.

Foto de Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas

Comente com seu Facebook