O zagueiro Ednei deve continuar no elenco da Ponte Preta para sequência da Série B.

Após uma conversa vazada, supostamente entre o atleta e um torcedor, se criou um clima desfavorável pela alegação de dois meses de salários atrasados.

Na conversa, Ednei utiliza o atraso como justificativa para uma possibilidade de rescisão entre as partes, o que não aconteceu nos últimos dias.

A reportagem da Rádio Bandeirantes, via Antonio Luppi, apurou que o atraso está chegando em 20 dias e não é de dois meses.

Nos bastidores, Ednei tenta resolver o que chama de mal-entendido com a diretoria para seguir no clube.

Após a saída de Ruan Renato, o estafe pretende continuar com Ednei no plantel para ser opção defensiva ao lado de Fábio Sanches, Cleylton e Rayan.

Foto de Diego Almeida/Pontepress

Comente com seu Facebook