Duro recorde: Ponte terá 5 desfalques para partida da próxima 2ª

0
João Vítor é um dos cinco desfalques da Macaca. Foto: Adriana Almeida

A Ponte Preta teve que anunciar hoje uma notícia complicada: o time perde cinco jogadores para o confronto da próxima quinta-feira contra o Bragantino às oito da noite no estádio Moisés Lucarelli.

Além de Luan Peres e João Vitor que estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo e engrossam a estatística da Macaca de time mais violento do Paulistão, o técnico Eduardo Baptista também não poderá contar com outros 3 jogadores que estão entregues ao departamento médico: o meia Tiago Real e os atacantes Felipe Saraiva e Felippe Cardoso.

Cardoso já era baixa certa desde o início da semana quando foi diagnosticada uma lesão na coxa. Com expectativa de recuperação de 10 dias, o atacante será reavaliado na próxima segunda-feira (05/03) e tem boas chances de retornar ao time na quinta-feira quando a Ponte enfrenta o Red Bull. Já o atacante Felipe Saraiva tem um estiramento leve nos ligamentos laterais do tornozelo direito. A expectativa é de uma nova avaliação também na segunda-feira.

A situação do meia Tiago Real é a mais preocupante. Ele tem uma fibrose no músculo posterior da coxa direita. Outro problema muscular na coxa já tirou o jogador de dois jogos do Paulistão e um da Copa do Brasil. A previsão de recuperação é de duas a três semanas. Como a primeira fase do Paulistão já termina daqui praticamente uma semana, no dia 11 de março, ele não poderá ajudar a Macaca nas 3 últimas partidas do estadual.

Passando por um momento delicado no Paulistão e sem apresentar um bom futebol, o técnico Eduardo Baptista terá problemas para resolver as ausências. Na defesa, a tendência é que Wesley Matos entre em campo diante do Bragantino. No ataque, Yuri deve continuar no lugar de Felippe Cardoso. Nas outras 3 posições do meio campo, as dúvidas persistem. O técnico Eduardo Baptista terá dois trabalhos para definir a equipe antes de entrar em campo diante do Bragantino.

Comente com seu Facebook