Uma das principais missões do técnico Felipe Conceição ao chegar no Brinco de Ouro era de melhorar os números defensivos da equipe na Série B do Campeonato Brasileiro.

Quando assumiu o Bugre na vice-lanterna da competição, a marca era negativa com 18 gols sofridos em 14 jogos, mas agora são 12 sofridos em 13 partidas na gestão de Conceição.

O zagueiro Didi, um dos mais experientes do grupo, comemorou a evolução dos números, mas alertou para que não tenha relaxamento por parte dos jogadores.

“Eu vejo melhora no sistema defensivo e também da equipe inteira, mas sabemos que podemos evoluir a cada dia. É manter o foco que sempre vai ter algo para melhorar. O caminho é longo e não podemos acomodar”, explicou Didi.

O próximo compromisso do Bugre será neste domingo, às 20h30, diante do Brasil de Pelotas. O adversário vem de derrota para o Náutico e está se aproximando da zona de rebaixamento.

“Sabemos da dificuldade que vai ser o jogo em Pelotas e da qualidade da equipe do Brasil, mas vamos em busca do resultado e tenho certeza que a gente vai conseguir somar os três pontos”, completou.

Foto de Thomaz Marostegan/Guarani FC

Comente com seu Facebook