Dérbi: cartões ameaçam deixar 2 titulares da Dupla fora do clássico

0

Tanto Guarani quanto Ponte Preta adotaram um discurso uníssono: nada de falar no Dérbi do dia 5 de maio antes dos jogos da terceira rodada na Série B. O foco, ao menos externamente, está em Atlético-GO e Londrina, respectivamente, além do Flamengo no caso da Macaca.

E, imbuídos nesse espírito, não fizeram nenhuma recomendação aos jogadores para aliviar a marcação a fim de evitar o terceiro cartão amarelo e a consequente suspensão no clássico. No total, foram 14 amarelos distribuídos nas duas rodadas inicias do Campeonato Brasileiro, mas apenas com um pendurado de cada lado.

Pelo lado Alviverde quem precisará de cuidado redobrado é o zagueiro Phelipe Maia. Amarelo contra Fortaleza e Sampaio Corrêa, o defensor é peça fundamental no time de Louzer e se receber advertência será substituído por Edson Silva.

Já no lado da Macaca, o zagueiro e também volante Nathan é o único pendurado. O atleta lidera a lista de jogadores mais faltosos na Série B e precisará mudar o comportamento para jogar o Dérbi pela primeira vez.

Guarani e Ponte Preta vivem situações idênticas na tabela. O Bugre soma três pontos após vencer o Sampaio Corrêa no Brinco de Ouro, por 2 a 0, conseguindo se recuperar do revés fora de casa para o Fortaleza. Já a Macaca, também com três pontos, perdeu na estreia no Majestoso para o Paysandu e venceu o Criciúma, em Santa Catarina, por 1 a 0

 

Comente com seu Facebook