Dérbi 191: De virada, Ponte Preta vence o Guarani no Brinco de Ouro

0

A volta do Dérbi foi marcada por conflitos fora de campo, mas com futebol bonito dentro dele. Em jogo movimentado no Brinco de Ouro, pela quarta rodada da Série B, a Macaca venceu o Bugre, de virada, por 3 a 2. O destaque da partida foi André Luiz que marcou dois gols.

O primeiro tempo foi muito agitado e movimentado. A Ponte Preta começou criando mais chances pelo lado esquerdo com Orinho e Barcelos, mas foi o Guarani quem abriu o placar.

Após batida de escanteio de Bruno Nazário, Rondinelly desviou na primeira trave e Everton Alemão completou para o fundo do gol.

A Macaca, que reclamou de um pênalti de Edson Silva não marcado, reagiu rápido e antes dos 15 minutos. Primeiro, Barcelos cobrou escanteio na cabeça de Reginaldo para o zagueiro empatar o jogo. Depois foi a vez de André Luiz receber de Igor, limpar do zagueiro e mandar uma bomba para virar o marcador.

O goleiro Brígido ainda foi acionado duas vezes contra Felippe Cardoso antes do intervalo. Final do primeiro tempo com a Macaca em vantagem no placar e no futebol.

O Guarani tentou equilibrar no começo do segundo tempo, mas não encontrava peças na articulação do jogo. Aos 19 minutos, após Baraka errar na saída de bola, Tiago Real serviu Barcelos e ele cruzou para André Luiz ampliar.

O Guarani tentou responder com finalizações de longe, mas sem êxito. O Bugre sentiu o quarteto ofensivo apático e sem efetividade. Louzer ainda arriscou com as entradas de Denner, Longuine e Anselmo Ramon. Funcionou.

Vuaden marcou pênalti para o Guarani aos 33 minutos em cobrança convertida por Rondinelly: 3 a 2.

Doriva respondeu. Colocou Junior Santos na vaga de Orinho. Também promoveu Roberto e Lucas Mineiro no jogo. A principal dificuldade da Macaca parecia o aspecto físico, mas o time de Doriva aguentou até o apito final.

Dérbi com cinco gols, muita emoção e grande público.

FICHA TÉCNICA

GUARANI – Técnico Umberto Louzer
Bruno Brígido; Lenon, Edson Silva, Everton Alemão e Marcílio; Baraka (Denner) e Ricardinho; Bruno Nazário, Rondinelly e Erik (Rafael Longuine); Bruno Mendes (Anselmo Ramon).

PONTE PRETA – Técnico Doriva
Ivan; Igor, Renan Fonseca, Reginaldo e Orinho (Junior Santos); André Castro, Paulinho (Lucas Mineiro) e Tiago Real; André Luiz (Roberto), Danilo Barcelos e Felippe Cardoso.

Gols: Everton Alemão, Rondinelly, Reginaldo e André Luiz (2)

Árbitro: Leandro Vuaden (RS)

Local: Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas

Público: 18.078

Renda: R$ 257.348,00