Demissões na base e extinção de categoria: os primeiros atos de Tiãozinho na Ponte

0
Foto: Divulgação Ponte Press

O novo presidente da Ponte, Sebastião Arcanjo, anunciou duas medidas nas primeiras horas de comando. A extinção da categoria sub-23 e as demissões do coordenador da base, Fábio Barrozo, e do coordenador técnico das categorias, Marcelinho Paulista.

ESPEL ELEVADORES

A categoria de Aspirantes, sub-23, foi criada em dezembro de 2018 com o objetivo de aproveitar atletas que não tiveram sucesso no profissional e disputar torneio periféricos no calendário nacional. Depois de um vice-campeonato em um torneio na China, o time fracassou no Brasileiro sub-23 e na Copa Paulista. O desempenho sofrível foi apontado como motivo da destituição da categoria, além disso, o sub-23 “apresenta inviabilidade financeira”, de acordo com a nota.

Fábio Barrozo estava no Majestoso desde dezembro do ano passado e tinha a missão de retomar bons resultados recentes apresentados pela base, mas o trabalho não foi avaliado de maneira positiva pelo novo presidente do clube. O mesmo aconteceu com Marcelinho Paulista, contratado em fevereiro deste ano.

Comente com seu Facebook