Foram três anos de flerte até finalmente virar um relacionamento sério.

Aos 27 anos, em baixa no Santos, Rodrigão vai reforçar a Ponte Preta para reviver bons momentos da carreira.

O atleta estava no radar da Macaca desde 2018 quando o ex-presidente José Armando Abdalla admitiu interesse no centroavante, mas não teve sucesso nas negociações.

Novas conversas em 2019 e 2020 ainda alimentavam expectativas de contar com Rodrigão no projeto da Série B, mas novamente sem êxito no mercado.

MOMENTO RUIM
Depois de ser protagonista com o Coritiba na Série B de 2019, quando participou de 72% dos gols na temporada e marcou 21 gols, Rodrigão não conseguiu repetir o bom futebol vestindo a camisa de Ceará e Avaí no ano passado. Conviveu com problemas de peso e lesões que o impediram de ter uma sequência. Marcou apenas um gol no time cearense e passou em branco em Santa Catarina. Ele retornou ao Peixe em fevereiro, mas passou a treinar separadamente do plantel e buscou um novo clube no mercado.

O último jogo de Rodrigão foi no dia 29 de dezembro.

CARRASCO DA MACACA
O torcedor pontepretano se recorda bem de Rodrigão. Afinal, a Macaca sempre foi um alvo do centroavante. Foram cinco gols marcados em sete jogos contra o time campineiro.

Dois gols com a camisa do Coritiba, um gol com a camisa do Avaí e outros dois com o Bahia. Em sete jogos foram quatro vitórias, dois empates e uma derrota.

A última vez que Rodrigão marcou contra a Ponte Preta foi na vitória do Coritiba por 2 a 0 na Série B de 2019. Ele foi responsável pelos dois gols do Coxa.

ACESSOS
Rodrigão vai tentar lutar pelo seu terceiro acesso na carreira. Ele colaborou com oito gols em 29 jogos na campanha do Avaí em 2018. Já em 2019, vestindo a camisa do Coxa na Série B, foram 13 gols em 33 jogos.

Comente com seu Facebook