Faltando poucos dias para o início da Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico Daniel Paulista segue observando o elenco do Guarani em busca da melhor formação para enfrentar o Vitória.

Apenas com um reforço disponível – o experiente zagueiro Carlão -, o treinador deve adotar a base de Allan Aal no início de trabalho, mas prioriza retomar a confiança de jogadores que estão em baixa.

São os casos do laterais Bidu e Matheus Ludke, do volante Índio e do atacante Rafael Costa.

Enquanto não recebe opções como Diogo Matheus e Lucão, jogadores que devem brigar por titularidade, Daniel Paulista quer um aproveitamento maior de quem acabou perdendo espaço com a última comissão técnica.

O treinador também realiza conversas diárias com o superintendente Michel Alves e com o presidente Ricardo Moisés para fazer uma avaliação do elenco que tem à disposição para o início da Série B.

Em comparação ao time do Paulistão, o Bugre perdeu Éder Sciola, Romércio e Airton, mas teve apenas uma contratação de reposição: Carlão, ex-zagueiro do Mirassol.

Há conversas em andamento com Diogo Matheus, lateral da Ferroviária, além do zagueiro Matheus Mancini, do Ituano, e do centroavante Lucão, que não renovou com o CRB.

A chegada de outros jogadores não foi descartada.

Foto de Thomaz Marostegan/Guarani FC

Comente com seu Facebook