O técnico Daniel Paulista optou pela escolha de Matheus Souza, mesmo após uma atuação apagada do atacante contra o Vasco, para iniciar a partida contra o Vila Nova no Brinco de Ouro.

Chamou atenção que ainda no primeiro tempo, Daniel Paulista promoveu a entrada de Andrigo justamente na vaga de Matheus Souza, mas justificou sua escolha inicial em entrevista coletiva.

“A gente teve uma leitura diferente no dia a dia sobre a escolha do Matheus Souza. Ele estava trabalhando bem nos treinamentos e merecendo uma oportunidade. Ele acabou sendo substituído porque precisávamos tentar algo diferente ainda no primeiro tempo. A gente precisa ter um cuidado para analisar os jogadores individualmente. O Matheus Souza é um jogador criado na base do clube e precisa continuar sendo trabalhado. Vamos continuar trabalhando em cima disso para buscar a melhora individual e coletiva”. explicou.

Com Júlio César ausente, a expectativa era pela entrada de Allan Victor entre os titulares, mas o comandante bugrino explicou que os motivos que fizeram Matheus Souza ter uma nova oportunidade contra o Tigre.

“O Allan Victor é um jogador inserido dentro do processo, mas teve uma última semana complicada no âmbito pessoal e perdeu alguns dias de treinamento. A gente tentou uma manutenção do time que fez o primeiro tempo contra o Vasco, mas não deu certo”, continuou.

Foi a segunda derrota consecutiva do Guarani dentro da Série B. Após perder para o Vasco da Gama, o time perdeu em casa para o Vila Nova e não conseguiu recuperar sua posição dentro do G4.

“Uma derrota como essa gera uma grande reflexão sobre o nosso momento. É a primeira oscilação que a equipe está vivendo dentro do campeonato. A gente passa por um momento de refletir sobre o que precisamos melhorar, mudar e retomar nos próximos jogos. Mas é preciso elogiar o nosso adversário que foi muito assertivo e definiram a partida rapidamente”, encerrou.

Foto de Thomaz Marostegan/Guarani FC

Comente com seu Facebook