CSA X Guarani: o que representa a partida do Bugre para a sequência da temporada

0

O Guarani tem o segundo jogo consecutivo fora de casa esta noite, às 20h30, contra o CSA de Alagoas. Depois da derrota para o Juventude em Caxias do Sul na última rodada, a falta de bons resultados longe do Brinco de Ouro voltou a incomodar.

O próprio técnico Umberto Louzer e o goleiro Bruno Brígido, no último treino da delegação antes do embarque para Maceió, admitiram que o time está devendo um resultado positivo longe de casa para alavancar melhores posições na classificação do Brasileiro da Série B. O Bugre tem o pior aproveitamento como visitante entre os 20 times que disputam a competição: somou apenas 8,3% dos pontos disputados. “Esse aproveitamento tem nos incomodado porque não estamos fazendo jogos ruins. Todos os jogos que perdemos chegamos no último minuto de jogo ainda brigando pelo menos pelo empate (…) Alguns erros pontuais vem acontecendo e a gente sabe disso”, disse o goleiro alviverde.

Uma vitória diante do vice-líder da competição ainda não deixa o Bugre entre os quatro primeiros colocados da Série B, mas certamente deixará o time em condições de buscar uma vaga no G-4 logo na rodada seguinte, sábado (09/06), quando os alviverdes recebem o Vila Nova no Brinco de Ouro. Já um novo tropeço na capital alagoana pode novamente complicar a situação do Guarani que certamente vai cair da atual décima primeira posição.

Além da tabela de classificação, a partida diante do CSA deve servir para afirmar ou não a condição do técnico Umberto Louzer. Há um mês, começaram as críticas quanto ao sistema de jogo utilizado pelo treinador nas partidas fora de casa. O comandante tem por hábito utilizar a mesma base e o mesmo esquema de jogo nas partidas dentro e fora de casa. Uma derrota em Maceió pode fazer o comandante do acesso balançar no cargo.

Outro fator importante está dentro de campo com as peças utilizadas. Pela nona vez em nove rodadas o Guarani terá uma formação titular diferente. Se, por um lado, o treinador não consegue repetir o time e dar um entrosamento ideal como foi na Série A2 do Paulista, por outro, os jogadores que estão tendo oportunidades terão chances de mostrarem qualidade para que o Bugre tenha um elenco e não somente um time na Série B.

O lateral-direito Kevin é o maior exemplo. O jogador foi muito questionado quando acionado durante a reta final do Brasileiro do ano passado. Esta noite, ele vai substituir Lenon, suspenso pelo terceiro amarelo, e tem a chance de mostrar que é um reserva imediato, absoluto na posição.

O zagueiro Everton Alemão, que ainda não conseguiu vencer nas duas vezes em que foi titular, será mantido na defesa ao lado de Edson Silva. O setor anda em xeque no Bugre. Uma boa apresentação diante do vice-líder certamente dará sobrevida aos defensores.

No ataque, Bruno Mendes caiu de produção após a Série A2, deu lugar a Anselmo Ramon e agora volta por causa de uma lesão no tornozelo do titular. O jogador já mostrou qualidade e ainda não deu tempo dele perder o prestígio dentro do Brinco. Até por isso, Bruno Mendes tem uma nova chance de provar que está nas mesmas condições técnicas de Ramon para ajudar o time até o final da temporada.