Conversas por Escudero não avançam e Ponte Preta segue em busca de camisa 10

0

por júlio nascimento

CAFÉ MORAES

A Ponte Preta busca desde o término da Série A1 do Campeonato Paulista um camisa 10. Após dispensar Daniel Freitas e Léo Artur, a comissão técnica não recebeu um jogador da posição e recorre a improvisações no setor. O presidente Abdalla Junior ponderou a contratação do meia argentino Damián Escudero, mas as conversas não avançaram.

Escudero, de 31 anos, está sem clube desde 2017, quando deixou o Vasco da Gama e não avançou em negociações com nenhum outro clube. A Macaca manifestou interesse no atleta, mas o grupo de empresários, liderados por Dario Bombini, exigiram um salário alto para os padrões da Macaca.

Escudero foi revelado pelo Vélez Sarsfield em 2004 e passou por Valladolid, Villarreal, Boca Juniors, Grêmio, Atlético-MG, Vasco e Vitória – onde chegou a disputar a Série B.

Agora, a diretoria pontepretana segue em busca de um camisa 10 para compor o elenco. O presidente Abdalla Junior inclusive admitiu que a busca prioritária não é por um novo técnico e sim por novos jogadores. Nas próximas semanas, ainda de forma interina, João Brigatti seguirá no comando técnico da equipe.

Comente com seu Facebook