Contra pior ataque da Série A2, Bugre busca ‘perfeição’ na defesa

0
Zagueiro Lucas Kal é titular na defesa do Bugre desde o início da Série A2. Foto: Guarani Press

O Guarani tem a chance de, no sábado, assumir a liderança da Série A2 do Campeonato Paulista. Caso o Bugre derrote o lanterna Audax e o São Bernardo perca o jogo contra a Portuguesa, os alviverdes assumem a ponta da tabela.

O jogo diante do pior time da competição também será importante para os alviverdes mostrarem que o setor defensivo está em evolução. Há quase um mês, o time não sabe o que é sair de campo sem sofrer gols. A última vez que isto aconteceu foi no dia 26 de janeiro na vitória por três a zero sobre o Água Santa. Depois desta data, foram 4 partidas e 6 gols sofridos.

Vale lembrar que a dupla de defensores titular foi desfeita 3 rodadas atrás, quando Willian Rocha foi negociado com o futebol japonês e Fernando Lombardi passou a fazer companhia ao zagueiro Lucas Kal. Nos 3 últimos jogos que atuaram juntos, o Bugre teve média de mais de um gol sofrido por partida (4 gols em 3 jogos).

Se olharmos as defesas rivais da Série A2, o número de 9 gols sofridos em 8 rodadas não preocupa tanto, já que o Bugre tem a segunda melhor defesa da competição, ao lado de Portuguesa e Juventus. E só perde, em disparado, para o líder São Bernardo, que só viu a defesa ser vazada em 4 oportunidades.

O adversário de sábado, o Audax, carrega o título de segundo pior ataque da Série A2: só balançou as redes 4 vezes. O técnico Umberto não deve fazer mudanças entre os titulares e isto inclui o setor defensivo.

Fora de campo, a diretoria sabe que ainda precisa reforçar o setor. Já que, além dos titulares Kal e Lombardi, o clube só tem Phillipe Maia e Heitor, que acabou de subir da base, no elenco. Os nomes de Adalberto, do Linense, Gualberto, ex-Paysandu e Alex Silva, do Jorge Wilstermann foram especulados nas últimas semanas.

 

Comente com seu Facebook