Conselho Deliberativo do Guarani pede explicações para pagamento “repentino” de dívidas de sócios

0

O Conselho Deliberativo do Guarani solicitou que o Conselho de Administração do Guarani apure a denúncia feita pelo ex-presidente Horley Senna. O ex-mandatário pede para que seja investigado o fato do clube ter recebido de R$ 14.800,00 como pagamento de dívidas de sócios que estavam inadimplentes.

Horley Senna pede investigação após pagamento de dívidas de sócios inadimplentes; diretor e presidente negam irregularidade

Apesar do ato não ser ilegal, o Conselho Deliberativo do clube pede explicações, uma vez que faltam apenas 10 dias para que os sócios adimplentes votem sobre o futuro do departamento de futebol.

O Conselho Deliberativo do clube também comunica que os associados que tiveram estes débitos quitados no dia primeiro de agosto estão proibidos de participar da assembléia do próximo dia 13, para que seja garantida a transparência no processo de co-gestão do futebol do Guarani.

14 associados tiveram a situação regularizada às vésperas da votação sobre a cogestão no Guarani

“Na visão da mesa do Conselho Deliberativo o fato é grave e afeta a lisura de uma Assembleia tão importante. Solicitamos que todos os envolvidos sejam julgados pela comissão de ética”, pediu Edinho Torres.

O presidente do Conselho Deliberativo utilizou de seis artigos do Estatuto Social do Guarani para pedir a impugnação dos 14 associados que tiveram dívidas quitadas anteontem.

Artigo 10
Artigo 27
Artigo 40
Artigo 41
Artigo 46 e 47