O Conselho Deliberativo da Ponte Preta se pronunciou pela primeira vez desde a realização das eleições do último sábado que elegeu a chapa Movimento Renascer Pontepretano como a vencedora para o próximo quadriênio da diretoria executiva.

O presidente do Conselho Deliberativo, Tagino Alves, também fez agradecimentos especiais ao estafe do clube e Polícia Militar que ficaram responsáveis pela segurança dos conselheiros.

“Como era esperado, as eleições transcorreram com bastante tranquilidade, não sendo relatado qualquer incidente, nem mesmo na área externa do Estádio. Foram garantidas todas as condições de segurança para manter o bom andamento dos trabalhos, que contou com um grande apoio da Polícia Militar, da Guarda Municipal, da segurança privada contratada e dos funcionários desta AAPP, aos quais tornamos público nosso agradecimento”, citou Tagino em nota.

O Conselho também tornou oficial os números das eleições: foram 434 conselheiros que participaram da votação que terminou com 387 votos (89,2%) para a MRP contra 39 da chapa DNA. Ainda foram apurados cinco votos em branco e três votos nulos.

Tagino ainda ressaltou que as eleições foram seguidas de acordo com o protocolo da Ponte Preta.

“Durante todo o processo eleitoral, foi cumprido o estatuto da entidade, sendo que ainda houve a estrita observância das decisões judiciais, inclusive aquelas que negaram a suspensão das eleições. Ao que cabia a esta Associação Atlética Ponte Preta, o processo eleitoral foi resguardado, garantindo assim a ampla participação dos eleitores, conforme restou demonstrado com o resultado final”, encerrou.

Foto de Diego Almeida/Pontepress

Comente com seu Facebook