Com elenco inchado, Guarani pode se tornar 2ª equipe que mais usou jogadores na Série B

0
Créditos: Letícia Martins/Guarani Futebol Clube

por júlio nascimento

Em entrevista à Rádio Bandeirantes na última segunda-feira, o presidente Palmeron Mendes Filho afirmou que vai aguardar a estreia daqueles que não entraram em campo com a camisa do Guarani para avaliar a necessidade de mais reforços. O técnico Umberto Louzer deve promover três ou quatro novidades na partida de sábado, contra o Sampaio Corrêa, em São Luís.

O Bugre já usou 32 jogadores em 20 rodadas. Perde para quatro equipes que fizeram um rodizio ainda maior: Boa Esporte (44 jogadores), Londrina (36), Sampaio Corrêa (35), São Bento (34)e Criciúma (34). Vila Nova e Avaí, que usaram 24 atletas em 20 rodadas, são os últimos da lista.

Mesmo com o elenco lotado, o Guarani planeja as estreias do goleiro Agenor, dos zagueiros Ferreira e Fabrício Carioca, do volante Romisson, do meia Jefferson Nem e dos atacantes Douglas Silva e Bruno Xavier. Dois destes devem iniciar o jogo de sábado contra o Sampaio. O goleiro Agenor deve ganhar a vaga de Oliveira e Fabrício Carioca venceu a disputa com Everton Alemão.

A ideia do Guarani é de não procurar mais opções no mercado. A base da equipe, atualmente com 37 atletas, foi construída e deve ser mantida. Buscar novas opções no mercado será algo pontual.

O atual elenco bugrino é formado por cinco goleiros (Agenor, Oliveira, Passarelli, Georgemy e Carlão), sete zagueiros (Ferreira, Fabrício Carioca, Maia, Anderson de Jesus, Everton Alemão, Ferreira e Edson Silva), cinco laterais (Kevin, Felipe Rodrigues, Bruninho Souza*, Pará e Marcílio), cinco volantes (Willian Oliveira, Ricardinho, Fabrício Bigode, Romisson e Denner), seis meias (Rafael Longuine, Matheus Oliveira, Bruno Xavier, Jefferson Nem, Guilherme e Rondinelly) e nove atacantes (Bruno Mendes, Marcão, Kauê, Gabriel Poveda, Serafim, Erik, Caíque, Anselmo Ramon* e Douglas Silva)