O técnico Thiago Carpini tem uma grande missão para sequência da temporada: diminuir os gols sofridos de bola parada no Guarani.

Nove dos 15 gols sofridos na temporada foram originados de faltas, escanteios ou pênaltis dos adversários. O Bugre sofreu gol de bola parada contra Santos, Mirassol, Santo André, Novorizontino, Ponte Preta (2x), Botafogo, Ituano e Inter de Limeira.

Na partida deste final de semana, diante da Internacional, o Bugre acabou sofrendo o prmeiro gol na cobrança de escanteio de Jonathan e cabeceio de Murilo Rangel, mas conseguiu a virada no segundo tempo e se classificou para decisão.

Pensando na final de terça-feira e na estreia da Série B, prevista para o próximo sábado, Carpini terá que reposicionar o sistema defensivo na bola parada dos adversários para diminuir a estatística negativa.

GOLS SOFRIDOS DE BOLA PARADA:
1 x Santos
1 x Mirassol
1 x Santo André
1 x Novorizontino
2 x Ponte Preta
1 x Botafogo
1 x Ituano
1 x Inter de Limeira

Foto de David Oliveira/Guarani FC

Comente com seu Facebook