Com 2 pênaltis perdidos, Guarani é derrotado pela Chapecoense

0
Foto: Márcio Cunha/ACF

O Guarani perdeu a segunda partida consecutiva no Brasileiro da Série B. Jogando na Arena Condá, em Chapecó, o Bugre levou 2 gols em menos de 3 minutos na reta final do primeiro tempo e não conseguiu reagir.

Insatisfeito com as últimas atuações, o técnico Thiago Carpini mandou uma formação diferente a campo, mas o time produziu pouco no primeiro tempo, melhorou com as alterações na etapa final, mas o desperdiçou duas cobranças de pênalti e amargou mais um resultado negativo.

Com apenas 3 pontos em 5 rodadas, o Guarani está a uma posição da zona de rebaixamento. A próxima oportunidade para voltar a vencer será nesta sexta, 28/08, quando o time recebe o Náutico em Campinas.

O JOGO

Em casa, a Chapecoense começa com marcação alta. Mesmo assim, o Guarani consegue escapar e Igor Henrique tem a primeira chance num chute que desvia na zaga e sai. A resposta dos donos da casa começa numa marcação da saída de bola bugrina, Vinícius Locatelli ganha e manda cruzado, com o gol vazio e Romércio aparece na linha pra evitar o gol.

Com o passar do tempo, a Chapecoense tenta dominar as ações da partida, até tem mais posse de bola, mas a partida é equilibrada no geral e raras são as chances de gol.

Até os 39 minutos, quando, numa bola parada a Chapecense abre o placar. Após escanteio, Luiz Otávio desvia de cabeça e a bola chega em Aylon que manda de primeira para marcar.

Mal deu tempo dos bugrinos absorverem o golpe e, menos de 3 minutos depois, a Chape amplia. Anselmo Ramon vê espaço de fora da área e acerta forte no canto: dois a zero.

O técnico Thiago Carpini mexe no time no intervalo, mas aos 7 minutos o Bugre fica com um a menos: Igor Henrique é expulso.

O Guarani até tenta assustar num chute de Bidu que o goleiro defende. Mas incrível foi o que aconteceu depois. Aos 24, o Bugre tem a chance de diminuir depois que Waguininho sofre pênalti. João Ricardo defende a cobrança de Todinho, que pega o rebote e manda por cima.

A segunda penalidade perdida pelo Guarani foi aos 39. Anselmo Ramon puxa Deivid dentro da área. Desta vez, Giovanny é quem vai pra cobrança e manda na trave. Méritos para a Chapecoense que completou o quarto jogo na série B sem sofrer gols.

FICHA TÉCNICA

QUEM JOGOU? Chapecoense e Guarani pela quinta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2020

ONDE? Arena Condá em Chapecó

ESCALAÇÕES? A Chapecoense, comandada pelo técnico Umberto Louzer, foi a campo com João Ricardo; Matheus Ribeiro, Joílson, Luiz Otávio e Alan Ruschel; Willian Oliveira, Ronei (Anderson Leite), Vinícius Locatelli (Roberto) e Paulinho Moccelin (Paulinho); Aylon (Rone) e Anselmo Ramon (Lima). O Guarani, do técnico Thiago Carpini, jogou com Rafael Pin; Pablo (Cristovam), Walber (Bidu), Didi e Romércio; Deivid, Igor Henrique e Lucas Crispim; Júnior Todinho (Giovanny), Waguininho (Bruno Sávio) e Rafael Costa (Eduardo Person).

GOLS? Aylon, aos 39 minutos do primeiro tempo; Anselmo Ramon, aos 42 minutos do primeiro tempo.

QUEM APITOU? Ronei Candido Alves

CARTÕES? Paulinho Moccelin, Waguinho, Vini Locatelli, Ronei, Igor Henrique, Alan Ruschel, Anselmo Ramon e Cristovam levaram cartão amarelo. O volante Igor Henrique também recebeu cartão vermelho.

PÚBLICO E RENDA? O jogo foi realizado com portões fechados por protocolo de segurança da Confederação Brasileira de Futebol.

Comente com seu Facebook