Com 14 amarelos em 2019, Arthur Rezende está entre os mais indisciplinados na Série B

0
Créditos: Letícia Martins/Guarani Futebol Clube

14 cartões amarelos em 34 jogos. Os números aparentam de ser de um zagueiro truculento ou de uma primeiro volante que marca acirrado. Mas não são. O meia Arthur Rezende, um dos responsáveis pela construção de jogadas do Guarani, é o atleta que mais sofreu advertências dentro do elenco.

Na Série B são nove amarelos em 23 jogos, além de um cartão vermelho. Ele está atrás apenas dos zagueiros Gilvan (12) e Victor Ramos (12).

Dentro do elenco bugrino é o atleta que mais recebeu amarelos. A lista é completada por Luiz Gustavo (8), Ricardinho (7), Ferreira e Deivid (6). Todos jogadores de marcação.

Arthur Rezende já desfalcou o Guarani em três oportunidades por suspensão e está novamente pendurado. Se for advertido contra o São Bento desfalcará a equipe contra o Sport.

A comissão técnica tem tentado trabalhar a questão da indisciplina com o meia devido sua importância dentro do atual sistema tático da equipe, mas sem êxito. Carpini justifica que a quantidade de cartões está ligada ao pedido por intensidade dentro de campo.

“Nossa marcação começa no ataque lá na frente com Michel Douglas e Davó. E por isso todos precisam participar disso. É a intensidade que nós cobramos e o jogador acaba sendo punido”, disse após a partida contra o Atlético na segunda-feira ao ser questionado sobre a quantidade de cartões de Arthur Rezende.

O camisa 8 do Bugre, contando com sua passagem pelo Boavista no Campeonato Carioca, tem em média de receber um cartão a cada duas partidas disputadas.

Comente com seu Facebook