Por Valdemir Gomes

A campanha de nove rodadas que levou a Ponte Preta para liderança da Série B é bastante sólida.

A equipe venceu três dos cinco jogos disputados fora de casa. É uma performance excepcional porque ganhando jogos como visitante ela consegue se qualificar e se aproximar do índice de aproveitamento necessário para brigar pelo acesso.

Já em casa foram duas vitórias e um empate em três jogos no Moisés Lucarelli, além da derrota para o América no Canindé em campo neutro na abertura da Bezona.

Está é a terceira participação consecutiva da Ponte na Série B após o rebaixamento em 2017. A equipe vem mostrando virtudes que não foram vistas nas últimas edições da competição.

Nem em 2018 ou 2019 a Macaca demonstrou essa regularidade. É um time linear que está conquistando resultados de uma maneira consistente e sólida.

São esses ingredientes que geram otimismo aos torcedores e alimentam uma perspectiva de acesso.

Tem muito campeonato pela frente? Sim. Ainda temos 29 rodadas que serão disputadas.

É muito tempo e muita coisa pode acontecer.

O panorama pode ser modificado porque jogadores podem deixar o clube, os concorrentes podem contratar e existem riscos das lesões. Mas temos 1/4 de competição e neste recorte de 25% dos jogos disputados a Ponte lidera com muitas virtudes.

Se mantiver essa regularidade e índice de aproveitamento, a Ponte não só briga com muitas possibilidades por acesso, mas também pelo tão sonhado título em âmbito nacional.

Tomara que a Macaca se mantenha assim.

Foto de Álvaro Júnior/Pontepress

Comente com seu Facebook