O goleiro Ivan Quaresma não vestirá mais a camisa da Ponte Preta.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o presidente Marco Antônio Eberlin explicou que chegou o momento do camisa 1 deixar o Moisés Lucarelli.

“Ele (Ivan) é formado na nossa base, tem um grande potencial, mas chegou o momento de sair. Não podemos competir com o Corinthians em questão salarial e também existem compromissos para honrar aqui na Ponte Preta”, explicou.

Eberlin explicou que a negociação entre Ivan, Ponte Preta e Corinthians foi iniciada em novembro pelo ex-presidente Sebastião Arcanjo.

“Eu estou mantendo a palavra com aquilo que a Ponte Preta se comprometeu através do meu antecessor. Independente de qualquer ala ou diretoria é necessário honrar os compromissos entre os clubes”, complementou.

O Corinthians vai pagar aproximadamente R$ 10 milhões por 50% dos direitos econômicos de Ivan Quaresma. O contrato será de cinco temporadas. O dinheiro será destinado ao empresário Fernando Garcia por conta de débitos do time campineiro com o mesmo.

“A Ponte Preta tem um acordo mútuo a ser honrado. Vamos usar essa transferência para quitar a dívida”, encerrou Eberlin em entrevista ao repórter Lucas Herrero da Bandeirantes.

Foto de Diego Almeida/Pontepress

Comente com seu Facebook