(coluna de Carlos Henrique Siebert)

ESPEL ELEVADORES

O resultado no dérbi 194 não foi o esperado pela torcida bugrina.

Mas existe um aspecto importante que deve ser considerado para sequência do campeonato: a apresentação do lateral-esquerdo no segundo tempo.

Com a entrada de Thallyson, conhecido no futebol como Mãozinha, o Guarani ficou forte no setor esquerdo. O jogador foi ao fundo, deu assistências, buscou finalizações e foi mais participativo em relação aos companheiros.

Fiquei com a impressão que o Guarani encontrou um novo titular na posição. Pelo menos até a volta de Pablo Armero.

Durante o tempo que esteve em campo no Moisés Lucarelli, Thallyson mostrou muita personalidade e participação. É a principal necessidade do time de Roberto Fonseca: jogadores que ajudem na construção das jogadas quando a equipe ataca.

Não sei o que Roberto Fonseca pretende nos próximos jogos, mas o Guarani encontrou uma solução boa.

Thallyson pede passagem na equipe.

Comente com seu Facebook