O técnico Ricardo Catalá sofreu sua primeira derrota sob comando do Guarani na partida contra o Confiança, em Aracaju, pela 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com o ex-treinador do Mirassol são quatro jogos com uma vitória, dois empates e uma derrota. “Foi a pior partida sob o meu comando, mas não uso terminologia de sinal amarelo ou vermelho. O que nós temos que fazer é trabalhar, corrigir o que não funcionou e fazer um bom jogo no próximo final de semana”, explicou.

Catalá opinou que o time campineiro apresentou um futebol seguro na primeira etapa, mas acabou se desestabilizando após o gol sofrido e não conseguiu reagir diante do Confiança.

“Até o gol a gente tinha fazendo um jogo seguro. Apesar de não criativo estava sendo um jogo seguro. Mas depois a gente se descontrolou emocionalmente e acabou se desorganizando. Nós temos que olhar para o que aconteceu e trabalhar”, ressaltou.

Próximo a zona de rebaixamento, o Bugre tem a semana livre para preparar o time antes do confronto contra o Figueirense no sábado que vem em Florianópolis.

Precisando da recuperação dos pontos, mas jogando mal, Catalá chamou a responsabilidade do momento negativo. “A responsabilidade é totalmente minha. Sou o treinador da equipe e quem escalo. Sou quem oferece os treinamentos. A responsabilidade é minha e não se trata de um discurso pronto”, finalizou.

Foto de David Oliveira/Guarani FC